Livros
 
Título: Somos Pobres mas Somos Muitos

Autor: Frei Fernando Ventura e Joaquim Franco

Páginas: 160

Formato: 16X23 cm cm

Encadernação: Capa mole c/b

ISBN: 9789898406828

Preço c/IVA: 14,90 €
 
Sinopse

Ao ler Somos pobres mas somos muitos não se fica com a mínima dúvida de que os seus autores são da estirpe dos que escolhem caminhos de maior exigência. Eles sabem que o lugar de chegada é decisivo para a concretização do seu projecto de vida pessoal que «é ser gente com gente para que cada vez mais gente seja gente e nunca ninguém deixe de ser pessoa». Por isso, não são mornos nas questões que levantam e nas respostas que lhes procuram dar. Preferem “agitar as águas” a mantê-las estagnadas correndo o risco de se tornarem lodo fedorento. Eugénio Fonseca Sem temores ou tibiezas, cortando a direito, os autores avançam neste texto com perspectivas nem sempre consonantes, em diálogos, em inquietações, em descobertas que sabem a luta e exploração do (seu e nosso!) mundo interior. Para além da coragem de perguntar, de “dar nomes às coisas”, de buscar pistas e sentidos nos caminhos – com e sem Deus -, há aqui a coragem de ser humilde e de aceitar que podem existir outras luzes distintas sobre a realidade reflectida. Isabel Galriça Neto Somos pobres mas somos muitos convida-nos à suprema humildade de nos deixarmos totalmente para trás, de nos esvaziarmos de nós mesmos, de nos fazermos livres para abrigarmos em nós os muitos próximos que nos rodeiam. (…) Ergue-se assim uma só voz, que nos vai sendo partilhada numa sábia e maravilhosa conversa entre dois amigos, que jamais deixará de vibrar nas nossas consciências até nos fazermos ao caminho. João Gil Pedreira “Nenhum outro tempo sentiu esta urgência como o tempo que é hoje; porque, definitivamente, hoje é o tempo de passar da lógica do poder à lógica do serviço; é o tempo de descalçar os sapatos prada e de voltar a calçar as sandálias do pescador, de passar da religião à fé, da sacramentalite à sacramentalidade, do orgulhosamente sós ao solidariamente com... da pompa e circunstância à essencialidade do «ser com»”, dizem o Joaquim e o Fernando neste livro. E eu digo: “Ámen”. José Manuel Pureza


» mais obras

comentar :: recomendar

   


  Copyright © 2008 Verso de Kapa  
Verso da Kapa - Alimente a mente
  desenvolvimento: bRuNoGoMeS